refluxo

4 hábitos que te ajudarão na prevenção do refluxo

O refluxo gastroesofágico é o nome dado para uma doença que se caracteriza pelo retorno do ácido do estômago para o esôfago. Esse não é o caminho natural para o conteúdo estomacal, e por isso é tão ruim para quem o sente.

Os sintomas incluem a sensação de que há um alimento preso na região, náusea e possivelmente dor de garganta ou regurgitação. Na maioria das vezes, os sintomas pioram durante a noite, ou quando a pessoa se curva para frente, por exemplo. De qualquer forma, são situações que podem ser amenizadas com o uso de antiácidos ou com tratamentos mais completos. 

O que causa refluxo e como preveni-lo?

As causas para o problema são variáveis. Algumas condições que favorecem o aparecimento dos sintomas são a gravidez (devido à pressão do feto sobre a válvula esofágica), o excesso de peso (pelo mesmo motivo), as hérnias de hiato (por alterações no diafragma) e outros fatores que deixam o nível de ácido desregulado.

Dentre esses fatores, estão os maus hábitos que muitas pessoas possuem. A mudança deles e a substituição por hábitos mais saudáveis ajudam não só a controlar o distúrbio quando ele já vem ocorrendo, como também é uma ótima prevenção. Confira alguns deles!

Evite alimentos e bebidas que facilitam os sintomas

Muitos alimentos aumentam as chances de desenvolvimento e repetição do refluxo, além da azia e outros incômodos gastrointestinais. Sempre que possível, convém evitá-los. Os mais comuns a serem associados com essas condições são:

  • refrigerantes e bebidas gasosas no geral
  • álcool
  • café
  • frutas cítricas
  • chocolate
  • tomate/molho de tomate
  • alimentos picantes
  • alimentos gordurosos

Aguarde para dormir após a última refeição do dia

Deitar de barriga cheia contribui para a piora dos sintomas de refluxo. O ideal é comer a última refeição do dia de 2 horas antes de se deitar.

Deixe o cigarro

O fumo já provoca muitas complicações para a saúde do corpo todo, e isso inclui o sistema gastrointestinal e o esôfago. Os cigarros são frequentemente associados à reincidência de problemas como o tratado neste artigo, incluindo azia e gastrite, por exemplo.

Durma com a cabeça elevada

Um hábito simples e que ajuda seu organismo é dormir com a cabeça elevada em 15 centímetros. Para isso, o ideal é inclinar a cama com um apoio sob a cabeceira.

A prevenção é tão importante quanto o tratamento

Prevenir-se contra o refluxo é parte do tratamento para que ele não retorne. Hábitos saudáveis ajudam a manter em ordem tudo o que você e seu médico estiverem trabalhando juntos. Tenha isso em mente!

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como otorrinolaringologista em Governador Valadares.

Comentários
Avatar

Posted by Dr. Amim Felipe